quarta-feira, janeiro 17, 2007

Os homens são pau-doce

Fazendo uma inversão do termo escroto deles, digo que essa hierarquia ridícula e sem vergonha de 'Dar x Comer', e derivados como ter, possuir, foder, fazer, meter, furar, deflorar ou se entregar, ser possuida, ceder, e tantas outras torturas sexo-linguisticas, revela a pau-docisse dos homens falo-obcecados, pois tal hierarquia serve pra que somente os homens tenham legitimidade em sua sexualidade, pois somente ela pode ser vantajosa. Pras mulheres, é um desvirtuamento, e tem um preço alto a pagar por tal 'liberdade'.


Não podemos, como nossas mães dizem, sair por aí comendo, fodendo o pau dos homens, esfolando pinto, possuindo caras, azarar meninos pudicos e inocentes. Porque a gente dá, nossa vagina é um desprivilégio, um estigma com o qual nascemos, uma desvantagem, uma coisa desguarnecida, reservada, e supostamente penetrável e vulnerável, e graças a ela somos tudo isso também.

Ha..., mentiras da ordem. Estupros não são tão simples de serem feitos. A vagina tem músculos fortíssimos, e ela se fecha ferozmente a qualquer ataque, justificando séculos de silencio e resistecia feminina na frigidez, já que esses homens e essa ordem não podem nos dar tesão e nem todas querem virar masoquistas.

Eles ocorrem porque essa ordem dá total apoio e respaldo pro pau, enche as bolas inúteis dele, dizendo-o vigoroso, forte, poderoso, ameaçador.


O poder do homem é se fazer se PAU DOCE. Se você quiser me comer você vai ter dado porque a ordem é minha e sou eu que comando, e o prazer é meu, o desejo é meu, e todas vocês estão a minha disposição se eu quiser fazer uso da minha arma ,
e porque sou vil e escroto vocês disputam a tapas um homem que seja minimamente menos carrasco, que lhes faça o favor de não oprimir, que seja gentil na violação, condição sine qua non para que seja mulher de verdade E falam 'Não existe homem decente', 'É difícil achar homem decente', 'Oh! Você é uma raridade, tão diferente dos demais!', a mais valia do pau doce.

Mas todos eles são mentirosos e vis
Ele só está fazendo um favor pra você
No fundo ele é igual a todos outros
Porque ele ainda acha feminismo muito radical
e crê na conciliação e convivencia pacífica dos opostos
macho/femea, opressor/oprimido.
E porque ele nunca vai querer abrir mão de sua masculinidade
Que tantos privilégios lhe dá.

Eles usam do seu poder de pau doce
aquele pau erguido na soberba
(apesar de que bem sabemos, ele está assim na menor parte das vezes
só se ergue qdo o 'dono' nem quer e na maior parte do tempo
fica recolhido na sua insignificância de clitóris hipertrofiado)
tal como um dedo indicador, dedoduro
Acusando: HA! Sua puta! Você deu pra mim! HAHHAHAHAHAHAH

Assim eles nos vexam e nos desmoralizam
nos deslegitimam
Fazendo uso do seu pau doce

Nenhum homem está disponível
Aliás, todos estão
Mas com o preço da nossa danação
Afinal são eles os donos da ordem.

Porque o prazer está sob seu unico e exclusivo monopólio

Sem comentários: