segunda-feira, fevereiro 12, 2007

Tornar-se Mulher em Tempos de Guerra

Nenhum momento
é sem perigo.
Na sua própria casa,
falar, desafiar
é cortejar a dor.
Na rua, andar à noite
é convidar a agressão.
Na minha sociedade,
protestar contra a opressão
é se expor a uma violência ainda maior.


Por muito tempo tenho estudado
a profundidade e extensão
da guerra.

No final, compreendi
que ser uma mulher
é uma luta sem fim
para viver e ser livre.

- Joi Barrios

Sem comentários: